Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.

Episcopado

Já faz um bom tempo que não atualizo a categoria “I Timóteo”. Antes de mais nada, essa categoria é baseada nos estudos do Expondo as Escrituras, ministrados, na maioria das vezes, pelo Pastor Augustus Nicodemus. E o texto de hoje é basicamente definir o que é episcopado e sobre o desejo de alguém em relação ao episcopado.

Só para vocês terem uma noção do meu atraso, o texto de hoje é de um estudo do dia 23 de Dezembro de 2019.

I Timóteo 3.1- Episcopado

Inicialmente, o Pastor Nicodemus, na introdução fez um resumo do que já foi falado até agora (clica aqui pra ver os estudos). Após isso começou a falar o capítulo 3, em que Paulo instrui Timóteo sobre a liderança da igreja em Éfeso.

O objetivo era falar sobre os sete primeiros versículos do capítulo, mas, por causa do tempo, concentrou-se no versículo 1 e citou um pouco sobre o início do versículo 2.

O estudo passado, abordou sobre a limitação da mulher no ensino na igreja. Recomendo que você leia o estudo (clique aqui) ou até mesmo, veja o vídeo . Após isso, Paulo relata quem está autorizado a ensinar na igreja.

No capítulo 3 há as instruções de Paulo para Timóteo. Estas são colocadas de três maneiras:

  1. o papel do bispo é uma obra excelente;
  2. não é errado alguém aspirar isso;
  3. a pessoa precisa ser qualificada.

Um fato bem importante é que isso revela que a igreja tem organização. Sem dúvida, muitos já ouviram de desingrejados que atacam as igrejas institucionalizadas dizendo que essa prática é estranha ao Novo Testamento. Todavia, sempre teve liderança, batismo, disciplina, oferta, sustento aos obreiros… E tudo isso ainda no primeiro século.

Inegavelmente sempre teve uma base mínima para funcionar como organização. E por isso, Paulo orienta como eleger líderes para a igreja. Tudo isso ocorreu por volta da década 50 ou 60 do primeiro século, ou seja, bem no início da igreja.

Convém falar também que, apesar da carta se endereçada a Timóteo, ela seria lida nas igrejas de Éfeso e isso autoriza Timóteo a peparar a liderança.

Por quê essa lista extensa de qualidades?

De acordo com o capítulo 3, vemos que a lista de qualidades é extensa e o pastor deu dois motivos para isso. O primeiro é que no capítulo 1 já tinha gente querendo ocupar cargos. Estes eram justamente os falsos mestres que Paulo falou que Timóteo tinha que enfrentar. O segundo motivo era que esses falsos mestres estimulavam as mulheres a ocuparem os cargos, papel que não era designado para elas. Para melhor esclarecimento dessa parte, aconselho você a ver os estudos anteriores.

Versículo 1

Conforme lemos na Bíblia, a expressão “Fiel é a Palavra” é usada para demonstrar urgência. Ela aparece cerca de 5 vezes nas cartas paulinas e introduz algo que Paulo considera importante.

Antes de tudo, é importante entender o que a palavra episcopado significa. Nada mais é que supervisionar. Esta seria a função. Uma outra palavra para isso é bispo. De acordo com a função de um pastor de ovelhas, vemos que ele olha para o rebanho para ver qual ovelha precisa de ajuda, ou seja, é alguém que atento, que cuida.

Do mesmo modo vemos na Bíblia que os bispos são chamados de presbíteros e esse termo revela o caráter, pois significa ancião, alguém moderado, maduro. Por exemplo: Atos 20. 17-28, Tito 1. 5-7.

Bispo e presbítero é a mesma coisa, embora há quem acredite que há uma diferença em hierarquia, porém isso foi consequência da história e não encontramos isso no Novo Testamento. Entretanto, isso não é motivo para brigar com igrejas que fazem distinção hierárquica.

Além disso, aos irmãos no episcopado, foi conferido o dom de pastorear e justamente por isso, bispo, presbítero e pastor são a mesma coisa. Vejam esses exemplos bíblicos: Atos 20.17,28 e I Pedro 5. 1-2.

A preocupação

Sem dúvida, há uma preocupação para que as igrejas fossem lideradas, governadas pelo exemplo, pelo amor e por isso Paulo instrui Timóteo.

Presbítero regente e docente

Se você é presbiteriano, provavelmente já deve ter ouvido os termos: presbíteros regentes e presbíteros docente. Em I Timóteo 5, Paulo fala algo que pode explicar essa diferenciação. Lá fala sobre o sustento dos que se dedicam em tempo integral.

Inegavelmente, é saudável que a igreja invista nos presbíteros que ensinam, pois ensino fraco gera igreja fraca.

Liderança colegiada

Quando se fala em liderança no Novo Testamento, sempre fala no plural. Logo, o modelo neotestamentário de liderança é colegiado. Nunca uma igreja ficava na mão de apenas uma pessoa.

No Antigo testamento, temos como exemplo da situação em que o sogro de Moisés o aconselha a dividir o trabalho. Nas sinagogas, de modo semelhante, funcionavam com uma liderança colegiada de anciãos. Nesse sentido, a igreja nascente tinha o exemplo de liderança colegiada.

Contudo, sempre tinha a preocupação, pois a função é tão importante que não pode ficar na mãos de uma pessoa só.

Aspirar, desejar o Episcopado

Há quem aspire por motivos certos e outros pelos errados (popularidade, prestígio, poder…), mas o que não se pode negar é que o episcopado é uma nobre função.

Nessa parte o Pastor explicou sobre a Doutrina da vocação:

  1. Chamado interno (a pessoa tem que querer);
  2. Chamado da Igreja (os outros veem nele as qualificações);
  3. Providência (as circunstâncias são favoráveis a isso, por exemplo, se for casado, a esposa aceita?).

Já encaminhando um pouco para o versículo 2, vemos que ele inicia assim: “é necessário, portanto”. Isso introduz a conclusão do que tinha sido dito antes (se alguém aspira o episcopado e uma obra excelente). Ou seja, já que a obra é excelente, portanto, quem vai entrar nela tem que ter as seguintes qualificações (os demais versículos do capítulo três fala).

É importante focar no “É necessário”, pois isso não significa que é algo recomendável, desejável, preferível… ou seja, sem essas qualificações ninguém deveria se aventurar no episcopado.

É uma tragédia para a igreja ter líderes sem essas qualificações. Se formos bem honestos, as empresas são bem rígidas com as pessoas que ocuparão liderança e na igreja não pode ser diferente.

Colocar uma pessoa é fácil, mas tente tirar da liderança da igreja, para ver a bronca, por isso nunca se deve contratar quem você não pode demitir nunca empresa, do mesmo modo deveria ser na igreja.

Gostou do nosso blog? Se sim, dá uma olhada no nosso instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.