Vida cristã: uma caminhada de equilíbrio, de moderação.

Moderação na vida

Este texto sobre moderação na vida cristã foi baseada na aula de Escola Dominical, ministrada pelo Presbítero Roberto, na Igreja Presbiteriana das Graças – Recife/PE.

“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todo os homens. Perto está o Senhor”.

Filipenses 4.4-5.

“Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de amor e de moderação.”

II Timóteo 1. 7

Para tratar da moderação na vida cristã, o Presbítero se baseou no texto de I Pedro 2. 1-17:

Deixando, pois, toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações, Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo; Se é que já provastes que o Senhor é benigno; E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. Por isso também na Escritura se contém:Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina, E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia. Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma; Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem. Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos; Como livres, e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como servos de Deus. Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai ao rei.

A partir deste texto, foi destacado 6 virtudes que, aparentemente podem parecer opostas, mas são as qualidades das pessoas que são do Senhor. Ou seja, são características de moderação na vida.

A primeira é crianças recém-nascidas, que precisam do genuíno leite; a segunda é pedras vivas edificadas como uma casa espiritual; a terceira é sacerdócio santo; a quarta é povo de Deus para proclamar, anunciar a Deus; a quinta é peregrinos e forasteiros; e a sexta é servos de Deus sujeitos às autoridades, cidadãos terrenos respeitosas.

1º aparente dilema, mas é moderação na vida

É o entre ser criança e pedra viva. Há quem diga que não precisa da igreja, pois basta ter um relacionamento individual com Deus. Sem dúvida ter um relacionamento com Deus é vital para uma correta alimentação que irá promover crescimento. Infelizmente às vezes tendemos aos extremos: ou nos isolamos, tornando-nos independentes do corpo, ou nos escoramos na igreja e só nos alimentação aos domingos ou outro dia de culto (imagina uma criança comer só duas ou tês vezes na semana…).

Devemos ter moderação na vida! Devemos saber que só temos nossa finalidade completa junto de outras pessoas. O presbítero comparou com um tijolo. Para ter sua função, ele precisa ter um bom alicerce (fundamento em Jesus) e unido aos outros tijolos pela “argamassa” que é o Espírito Santo.

Desse modo, precisamos do equilíbrio entre a vida comunitária, pois a vida no corpo é fundamental (inclusive Deus nos deu dons para a edificação do corpo), e nosso momento individual com Deus. Deve ter harmonia nisso.

2º ponto para uma moderação na vida

Deus, em Cristo nos fez sacerdotes, mas também povo de Deus para anunciar o Senhor.

Assim, adoramos, prestamos culto. O véu foi rasgado, temos as prerrogativas de sacerdotes, todavia nossa função não se limita a isso. Devemos proclamar, anunciar a Deus. Somos testemunhas dEle. Somos enviados de Deus nesse mundo, temos uma missão.

3º ponto de equilíbrio na vida cristã

Somos peregrinos! Sem dúvida nossa identidade é espiritual, pois somos forasteiros aqui. De uma forma gloriosa estamos numa trajetória de volta para casa. Inegavelmente estamos aqui para revelar o reino, mas, apesar disso, não devemos negligenciar as coisas terrenas.

Conforme a Palavra de Deus ensina, devemos ser, por exemplo, sujeitos às autoridades por causa de Deus. Nossa cidadania terrena deve ser exercida de uma forma que abençoe o lugar onde vivemos. Mas também devemos ter cuidado com a idolatria, que é depender de governos, ideologias…

Apesar de sermos forasteiros, não podemos ser alienados, em guetos, mas em equilíbrio. Na Bíblia vemos vários exemplos de pessoas que viveram de forma honrosa esse equilíbrio. A rainha Ester, Daniel, José são exemplos de pessoas que foram usadas por Deus, em cargo públicos, e que abençoaram a nação.

Nossa cidadania é celestial, mas somos enviados para abençoar onde quer que Deus nos coloque. Temos a redenção eterna e isso muda a forma que lidamos com as coisas passageiras.

Certo dia li uma frase que dizia que quem mais pensa no céu, mais produz aqui na terra (pois ganha o céu e a terra por consequências); já quem prioriza as coisas terrenas, não ganha nada.

Conclusão

Que o Senhor nos dê sabedoria para termos equilíbrio:

  1. na vida individual e no corpo;
  2. para adorarmos e proclamarmos e
  3. a vivermos como peregrinos rumo ao céu, mas abençoando por onde passar.

Gostou do nosso blog? Se sim, dá uma olhada no nosso instagram também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.