I Timóteo 2. 11-15

Mulher

Esse texto é baseado em um estudo do Expondo as Escrituras, ministrado pelo Pr. Augustus Nicodemus. É a continuação sobre a orientação sobre comportamento no culto público. O foco é na participação: aprendizado e ensino. O foco é na participação da mulher.

Antes de mais nada, é importante fazer duas observações. A primeira é sobre o perfil das mulheres greco-romanas que frequentavam a igreja em Éfeso. Elas eram ricas, bem feitoras (por exemplo, Febe), educadas, caridosas. Ocupavam cargos de liderança. Devemos lembrar que a salvação é um ato, mas a mudança de comportamento é um processo. Por isso eram orientadas para não exerceram liderança na igreja.

A segunda observação é que os falsos mestres, que rejeitavam os papéis tradicionais das mulheres e homens, queriam “usar” essas mulheres para minar o ministério de Paulo. Além disso, eles tinham um ensino que menosprezava o casamento.

Assim, é nesse contexto que Paulo falou I Timóteo 2. 11-15.

Versículo 11 (aprendizado)

Havia ensino regular nas casas-igrejas . E isto objetiva instruir os crentes nas verdades do Evangelho. No cristianismo, a mulher pode aprender, já no judaísmo era proibido. Pela Bíblia, pela história, vemos que o cristianismo avançou no direito das mulheres.

Atitudes que a mulher deve ter
  1. aprender em silêncio é aprender com tranquilidade, humildemente, calma, pacientemente. Em submissão, para não dar a impressão de querer ocupar liderança. Isso vale para toda a igreja. Mas em Éfeso, as mulheres eram que precisavam mais dessa orientação por causa do contexto.
  2. versículo 12 (ensino). Ordem apostólica! “Não permito”. Ensinar aqui se refere ao ensino formal, com autoridade, feito por pastores e presbíteros (I Tm 3.2, 4.11,13…). Pela bíblia, vemos que a atribuição de ensinar é do presbítero! Entretanto, a mulher pode usar seus dons, mas sem ser pastora, líder. É proibido o ensino público de liderança, oficial, só mestres ordenados.
Interpretações da proibição
  1. Proibição relativa? Se aplica hoje? Pela bíblia essa interpretação é descartada. Mas há quem acredite (os que ordenam mulheres). Relatam que foi só para Éfeso, todavia o argumento usado por Paulo é Escriturístico e não cultural.
  2. Proibição absoluta (extremo oposto): Dizem que a mulher não pode fazer nada! Há grupos assim e isso não é bíblico. Há mulheres que oram, profetizam, instruem… O novo testamento não proíbe que a mulher ensine.
  3. Proibição qualificada: essa é a considerada a bíblica, pois tira o exercício do pastorado, presbiterato, autoridade do ofício, mas a mulher pode orar, falar, ensinar… I Coríntios 11.5, Tito 2 são alguns exemplos.

Argumentos que justificam essa terceira interpretação

  1. versículo 13 – Criação – Gênesis 1, 2, 3. Entendimento literal de Gênesis, da criação. Todos os autores do Novo Testamento citam como fato histórico e não mito e, justamente por isso, tem implicações. Romanos 5, por exemplo, fala sobre Cristo e Adão. O outro é sobre a questão da primogenitura; este tinha a porção dobrada, era o herdeiro, o responsável pela família. E isso é antes da queda.
  2. baseado na queda – a mulher foi a primeira a cair e vê nisso um sentido teológico – autoridade é do homem, a mulher é a auxiliadora idônea, companheira.

Paulo finaliza com uma advertência (versículo 15). Apesar da queda, a mulher pode ser salva (preservada) na permanência daquilo que aprendeu. Pois os falsos mestres ensinavam coisas falsas, mas deve ter fé no evangelho, amor, santificação e bom senso. Através – mãe: meio instrumento, circunstância (papel de mãe), papel dado na criação.

Em Coríntios vemos que casar, celibato são dons. A mulher não precisa casar e ter filhos para ser salva. Na Igreja Presbiteriana do Brasil a mulher pode ensinar, tendo um homem para assumir a liderança. Há missionárias!

Conclusão

Há quem pense que a mulher pode ser ordenada, mas a Bíblia deixa claro os papéis. Funções diferentes por causa da ordem da criação e da queda. Complementaridade.

Há quem pense que a mulher não pode participar do culto. Há um tipo de ensino proibido, mas a mulher pode exercer seus dons na igreja.

Gostou do nosso blog? Dá uma olhada no nosso instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.