Como viver sempre alegre

Viver sempre alegre

Como viver sempre alegre? Será que é possível viver sempre alegre? Pois há momentos em que ficamos tristes, choramos, mas o incrível é que na Bíblia não tem apenas a resposta, mas também a ordenança para que vivamos sempre alegres (Filipenses 4.4).

Este texto é baseado no sermão ministrado pelo Pr. Augustus Nicodemus no Salmo 126. 

Salmo 126

O Salmista olha para trás e vê como Deus mudou a sorte de seu povo. Ele relembra o sentimento daquele dia. A nação de Israel é libertada do cativeiro babilônico! O povo de Deus ficou como quem sonha.

Ao olhar para o presente, o salmista vê que a restauração não foi completa. Então ele ora para que Deus termine a obra restauradora e também olha para frente, para o futuro, quando Deus haverá de trazer uma restauração completa ao seu povo.

Padrão para viver sempre alegre

Esse é o padrão Deus de como viver sempre alegre: lembrar do que Deus fez, o que nos deu em Cristo Jesus e segundo é olhando para aquilo que Ele ainda nos dará. E, no meio disso tudo, no presente, orar pelo cumprimento da promessa.

Alegria reconhecida até por outras pessoas

Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram de Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres (Salmo 126.1-3). 

O povo de Israel se lembrou da libertação do cativeiro e do sentimento que tiveram. O grande júbilo sentido pelo povo e reconhecido por outros povos.

Oração

Traze-nos outra vez, ó Senhor, do cativeiro, como as correntes das águas. (Salmo 126.4).

No verso quatro o salmista ora para que a restauração seja completa. Ele fala sobre as correntes de água do sul, pois passava boa parte seca, mas de repente chovia e se enchia de água. E esse era o desejo, para que restaurasse o povo, assim como fazia com as torrentes de água.

Esperança e expectativa de viver sempre alegre

Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos (Salmo 126. 5-6). 

Nos versos cinco e seis, um outro exemplo que ele utiliza é a semeadura. Na época de seca, plantava a espera das torrentes de água. Semeava em esperança, porque dependia das chuvas. Lágrimas desciam dos olhos porque não sabia se a chuva viria. Semeava em terreno seco. Mas se lembrava da fidelidade de Deus. Cria que a colheita seria jubilosa.

Então, devemos fazer o mesmo: ter alergia olhando para o que Deus fez por nós em Cristo e olhando para frente, na esperança, na confiança, na expectativa do cumprimento de todas as promessas. E é assim que podemos viver felizes nesse mundo.

A história da redenção deve nos deixar alegres. Nossa felicidade não deve depender das circunstâncias terrenas, passageiras, dinheiro, saúde, relacionamentos etc., mas de Cristo. A realidade de um futuro glorioso, eterno, de júbilo. E é por isso que não podemos nos esquecer é que tudo coopera para nos deixar mais parecidos com Cristo. Ou seja, pela Palavra vemos que todas as coisas que nos acontece é para o nosso bem (Romanos 8.28-29).

Certamente teremos momentos em que vamos chorar, mas “sair a semear e as lágrimas do teu rosto não pararem de cair; lembre quem te libertou; é a que o fará voltar a sonhar” (música 126 do Projeto Sola). A alegria faz parte do fruto do Espírito, por isso é possível viver sempre alegre. E mesmo nos momentos em que choramos, não choramos como os demais que não conhecem a Cristo, sem esperança.

Em síntese, vemos que o povo de Israel ficou feliz por causa da libertação do cativeiro, imagina como nós devemos ficar?! Já que fomos libertos da morte eterna! Por isso meus irmãos “alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos” Filipenses 4.4.

Vídeo e poema de como viver sempre feliz

Se você quiser assistir ao vídeo do sermão do Pr. Augustus clique aqui. E para ler um poema sobre gratidão e contentamento clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.